segunda-feira, março 02, 2009

Ensaio sobre a Cegueira

E finalmente o filme de Fernando Meirelles e José Saramago: Ensaio sobre a Cegueira.

Uma mistura de alegria, por finalmente assistir a um filme que queria ver na tela grande; saudade, por ver minha casa São Paulo; Medo, do próprio filme; felicidade, o filme é ótimo!


E como é assistir ao "Ensaio" aqui em Moçambique? Muito fácil, sala vazia, vi dois saindo do filme na penumbra e um casal de namorados a pouco se importar o que estava passando na tela.

Achei esta capa do livro, imagem de cima do "minhocão" onde passeava de bicicleta aos fim de semana, perto de minha ex-casa.

E como é bonito São Paulo, saudade daquelas ruas, avenidas, de sua paisagem. Para quem está longe a paisagem de sua cidade, mesmo um filme que sobre o pânico e caos continua linda. Para quem não viu vale a pena assistir!

Se eu tivesse assistido a este filme em Sampa com certeza ficaria horas a falar sobre a história, sobre o que cada um daqueles personagens representam, mas assistindo aqui, depois de nove meses longe, pensei no panico que seria ficar cego por aqui, longe de casa, longe do que conheço.

Um detalhe que chamou a atenção foi a perda de alguns valores pré concebidos, a relação do velho negro apaixonado pela jovem branca, e seu medo de perder isso.

Para quem gosta de blogs ai vai o blog escrito por Fernando Meireles durante as gravações do filme, o site do filme e o Trailler.

Um comentário:

Joao Costa disse...

O filme é fiel, mas o livro é, sem dúvida, bem melhor.
Já que estamos na literatura, aconselho o "100 anos de solidão" do Gabriel Garcia Marquez.

Abraço