sexta-feira, julho 31, 2009

Um outro Gabriel

Um outro Gabriel também estava viajando pela África, este Gabriel, também tinha família, pais, amigos e conhecidos, também iria passar por Moçambique.

Mas antes de chegar a Moçambique, foi ao Malawi, a um dos parques, escalar o
Mount Mulanje.

E o tempo Mudou, e ninguém mais teve notícias.

Agora estamos a ler o blog de sua namorada que junto com grupos de resgastes procuram pelo Gabriel.

Espero que tenhamos um final feliz.

http://ajudegabrielbuchmann.blogspot.com/

quinta-feira, julho 30, 2009

E vc está pronto para o BushFire?

Quando estava em São Paulo noa perdia um Tim Festival por nada, bem agora em África acho que terei que me adaptar, em grande estilo com o BushFire.



Um festival de Arte Africana, que irá ocorrer nesta sexta, sábado e domingo na nossa vizinha Swazilandia, o festival já está em sua terceira edição e parece ser promissor.

São três palcos com eventos simultâneos, mais de 23 artistas e grupos se revezando das 19h de sexta até as 20h de domingo, não sei se os shows são de virar a noite e terminar com o espectáculo que é um nascer do sol na Swazi, mas de qualquer maneira é um grande evento.

São poucos os artistas que conheço, mas alguns me chamaram a atenção:

3 Tenores Africanos - um grupo com integrantes de Uganda e do Zimbáwe em um projeto coletivo de música.

Nana é descrita como a artista multimídia número um da Swazi, os textos que lí a comparam com com Billie Holliday, Nina Simone e Eartha Kitt, mas pela foto deve ser quando elas eram jovens... será que é mesmo tudo isso? Depois eu digo o que achei.


Siphokazi uma jovem e talentosa voz africana, canta soul, afro-jazz, teve cinco indicações e ganhou o prêmio de melhor album Conteporânea Africano em 2007, esta eu vou ouvir com atenção, acho que vale a pena. Veja mais no myspace de Siphokazi.

Estas são algumas das atrações, vamos ver o que acontece, eu particularmente não sei ainda onde, como nem quando vou, mas tentarei dar o ar da graça por lá.

Os pontos negativos deste festival são:
Acho que está tudo lotado, teremos que acampar em barracas, e estamos no inverno... temperatura a noite é de -5 graus, e tudo lá é a céu aberto... Para entrar no site do evento clique aqui.

segunda-feira, julho 27, 2009

Debate em Moçambique

E não é que os debates políticos que minha mãe obrigava a assistir me fizeram melhor? Foi nesta semana (21 de julho) que vi um músico o famoso moçambicano, Mc Roger soltar "frases feitas" e se arrepender amargamente pelo que fez.

Em um programa televisivo da STV, Debate da Nação, com o tema juventude, No palco representantes do governo, na plateia, representantes de outros setores, jovens e entre eles MC Roger, um dos principais músicos moçambicanos, embaixador da UNICEF e garoto propaganda de vários produtos comerciais, autor do vídeo Patrão é Patrão.

O debate decorria como de costume, até o momento em que MC Roger pede a palavra, e solta frases que os brasileiros já ouviram de alguns velhos e podres políticos políticos brasileiros "se não gosta do País em que vive mude-se para a argentina" aqui no caso Guiné Bissau.

Continuou com o antigo (para nós) discurso de que os jovens não sabem o que dizem, tem "
complexo de inferioridade", e não parando por ai, assim como nosso bom e velho Malufismo, a obra de uma ponte terá o nome do atual Presidente, correto ou não isso é outra questão, o que aconteceu foi: a defesa do MC. foi de que o atual presidente foi quem assinou o tratado de paz, logo em seguida foi corrigido pelos convidados do palco que o lembraram que o documento de paz leva a assinatura do antigo presidente moçambicano.

E resposta vei como um raio

Uma juventude com complexo de inferioridade? Não foi isos que vi, mas sim uma juventude muito rápida em comprar a música do MC Roger, chama "Patrão é Patrão" que colocou Roger sobre os bons olhos do governo de moçambique, com outro artista: Rapper Azagaia, que com sua música "Poder para o Povo" que foi parar na Procuradoria Geral da República, atualmente sua música não é veiculada na mídia e sua imagem pouco aparece, embora sua música seja conhecida por todos os moçambicanos.


Veja aqui o debate


Vale a pena saber mais sobre o Rapper Azagaia, tem um bom texto sobre ele no Global Voice, é bem provável que os brasileiros iram conhecer melhor este reper em breve, pois se não estiver enganado o Gabriel Pensador virá para moçambique em breve e possivelmente irá gravar uma música com o Azagaia, é esperar para ver!


Letra: O Povo no Poder

Já não caímos na velha história
Saímos p`ra combater a escória
Ladrões
Corruptos
Gritem comigo p´ra essa gente ir embora
Gritem comigo pois o povo já não chora

Isto é Maputo, ninguém sabe bem como
O povo que ontem dormia hoje...perdeu o sono
Tudo por causa desse vosso salário mísero
O povo sai de casa e atira pra o primeiro vidro
Sobe o preço do transporte sobe o,
Preço do pão
Deixam o meu povo sem Norte deixam o,
Povo sem chão
Revolução verde, só vemos na nossa refeição
Agora pedem o que?...Ponderação
Pondera tu, antes de fazeres a merda
De subires o custo de vida
E manteres baixa a nossa renda
Esse governo não se emenda mesmo...NÃo
Vai haver uma tragédia mesmo...SIM
Mesmo...
Que venham com gás lacrimogéneo
A greve tá cheia de oxigénio
Não param o nosso desempenho
Eu vou lutar, não me abstenho

Malhazine-PRESENTE
Magoanine-PRESENTE
Urbanização-PRESENTE
Jardim

Coro: POVO NO PODER (16X)

Senhor presidente, largaste o luxo do teu palácio
Finalmente te apercebeste que a vida aqui não está fácil
E só agora é que reunes esse conselho de ministros
O povo nem dormiu, já tamos há muito reunidos
Barricamos as estradas
Paralisamos esses chapas
Aqui ninguém passa
Até as lojas estão fechadas
Se a policia é violenta
Respondemos com violência (O quê?)
Muda a causa pra mudares a consequência
Mais de metade do meu salário vai pra impostos e transporte
Se o meu filho adoece fica entregue a sua sorte
Enquanto isso, esse teu filho está saudável e forte
Vive na fartura leva uma vida de lord
Viver aqui é um luxo, o custo é elevadíssimo
Trabalhamos como escravos e entregamos tudo no dízimo
Baixa a tarifa do transporte ou sobe o salário mínimo
Xeeeeeeeee...isso é o que deves fazer no mínimo
À não ser que queiras fogo nas bombas de gasolina
Assaltos a padarias, ministérios, imagina
Destruir os vossos bancos comerciais, a vossa mina
Governação irracional parece que contamina
Que tenham aprendido a lição
E não esperem pela próxima
Aviso-vos meus senhores que terão pela próxima

O Norte-PRESENTE
O Centro-PRESENTE
O Sul-PRESENTE
MOÇAMBIQUE

terça-feira, julho 21, 2009

Agenda para o fim de semana

Segue uma agenda de final de semana apertada, mas que vale muito a pena! (Para quem está em Maputo)

Em 3 dias, sexta sábado e domingo: comer e beber em um cassino, fazer passeio em uma das cavernas mais antigas do mundo, aprender sobre o povo Zulu, andar de elefante e fazer um safari!

1 - Viajar na sexta, em direção a fronteira de Ressano Garcia (1 hora) - Obedeça a sinalização de trânsito. Caso contrário os guardas te param com multas que tem que ser pagas na hora!


2 - Passar a fronteira (uns 40 min)


3 - Viajar até Nelspruit (1 hora)

4 - Há vários GuesT Houses e B&B´s na cidade. Eu recomendo um que foi um achado, é barato e as casas são lindas, Sun Lodge Backpackers.

5 - Aproveite a noite para ir ao Riverside Mall. Lojas e um cassino o esperam.


No dia seguinte acorde cedo, 7hs! (Sábado)

1 - vá direto para as cavernas -
Sudala Caves - lá ocorrem dois passeios: o primeiro de uma hora é para qualquer aventureiro, não requer experiência. Uma hora de caminhada pela caverna. O segundo já requer um espírto de aventura "nivel 3", são 4 horas de caminhada, com equipamento, água e locais apertados. Os passeios acontecem de meia em meia hora, e o de 4 horas sai somente com grupo fechado, normalmente à tarde.


2 - Saindo do Sudala Caves, não recomendo o parque dos dinossauros, a não ser que vc tenha uma criança pequena que goste de animais de plástico. Parta direto para o Santuário dos elefantes, lá ocorrem vários tipos de interações com dois elefantes, desde alimentá-los até passear com eles. Não se engane, os elefantes não são domesticados, mas conhecem o ser humano. O lugar é bonito e poder tocar neste animais é uma experiência fantástica!

3 - Fim do dia. Aí é procurar outro lugar para dormir, recomendo ficar na cidade de Hazyview, fica próximo ao portão do Kruger, que será o último dia de passeio! Atenção: caso queira dormir detro do Kruger Park faça uma reserva bem antecipada, cerca de 3 meses e já coloque a opção de safari noturno!

Dia segunte (Domingo)


1 - Acordar cedo, 7h e tomar um bom café da manhã, se puder compre pão e frios para um lanche dentro do kruger, há lugares para pic nics.


2 - Vá até um dos portões de Hazyview. Existem dois bem próximos. No protão compre o mapa do parque, e preste atenção no mapa do protão: eles marcam onde foram vistos os animais no dia anterior, o que facilita ver os animais como leões, chitas e leopardos. Leve Binóculos e siga esta dica: há animais em todos os lados, mas muito bem camuflados, portanto vá devagar com o carro. E de tempo em tempo páre e se puder desligue o motor para ouvir os sons. Clique
aqui para ver o mapa do parque!

3 - dentro do park, sempre procure os pontos de observação marcados no mapa, os lugares perto de lagos e bebedouros são ricos em animais

4- siga em direção ao Crocodile Bridge. É o portão mais perto de Maputo, cerca de 20 minutos da fronteira.


5 - Não se atrase. Respeite os horários de fechamento dos portões. Sair fora do horário do parque é proibido, pode haver multa e em caso extremo seu número de passaporte é marcado e não é mais pertimitida sua entrada no parque!
Segue o mapa desta rota!




Visualizar fim de semana em um mapa maior

Boa viagem, depois me escreva o que aconteceu!

segunda-feira, julho 20, 2009

sexta-feira, julho 17, 2009

Mais despedidas...

"Luz acesa, me espera no portão, prá você ver

Que eu tô voltando prá casa"



Nossa coleção de tugas. Agora partem para novas aventuras em outros destinos. Mas ainda iremos nos cruzar!

Boa viagem a todos e tenham certeza que farão muita, muita, muita falta no reino de Moz!

PS: Nos aguardem em Portugaaaaal!!!

quinta-feira, julho 16, 2009

Tropecei em um Pancho Guedes!

As vezes somos cegos, até que alguém vem e nos mostra o que está à nossa frente.

Foi assim quando meu amigo Gringo D.M. me mostrou de relance um catálogo de cartazes moçambicanos. Realmente algo fantástico! Cheguei a ver alguns exemplares no Arquivo Nacional aqui em Maputo, mas devido a falta de tempo não aprofundei mais meus estudos. Podem me cobrar, tenho que escrever algo sobre eles. Mas hoje pretendo começar a escrever sobre a segunda vinda do Gringo para Maputo, depois de exatos um ano, meu amigo retornou e novamente, como se fosse a coisa mais óbvia do mundo me mostra algo fantástico.

Desta vez ele tira da mala um exemplar de um livro sobre a obra de um arquiteto Português que tem praticamente todas as suas obras em Maputo: Pancho Guedes

Nunca tinha ouvido falar sobre ele. Amigos "uspianos" e "unespianos", vai aí minha dica. É Pancho, Pancho Guedes!

Arquiteto português, (1925), viveu boa parte de sua vida em Moçambique e deixou como presente para Maputo uma vasta produção de murais, casas, prédios e esculturas.

Eu mesmo já havia tirado várias fotos de obras de Pancho, sem saber que todos aqueles projetos arquitetônicos que me chamavam atenção eram do mesmo autor.

No livro do Gringo pude ver um mapa da localização de todas as obras de Pancho aqui em Maputo, ele iria visitar todas elas, e por que não fazer o mesmo?

O que me chamou a atenção neste arquiteto em específico: ninguém fala dele por aqui, apesar de ser um potencial ponto turistico, as casas de Pancho estão como as demais: sem pintura, com buracos de ar condicionado e sem nenhum holofote.

Apesar disso é impossível passar desapercebido por paredes texturizadas, painéis coloridos e suas chaminés, lembro-me de ver uma delas e lembrar das garrafas de Morandi...

Bom a partir de hoje está marcado: passeios rápidos pela cidade a procura de Pancho e suas casa com traços de aviões, barcos e curvas surrealistas! Terei aulas de arquitetura ao ar livre, postarei aqui as imagens e tudo que achar a respeito.

abraços e até a próxima aula!

quarta-feira, julho 15, 2009

Obama em Gana

E foi neste fim de semana (dia 11 e 12) a visita de Obama a Gana, visita breve mas de muita importância política.


Muitos pontos podem ser tirdos desta visita, vou tentar aqui alguns que me chamaram a atenção:

Primeiro a conservação do sistema de comunicação utilizado por Obama em sua campanha de eleição, onde se utilizou de inúmeros recursos tecnlógicos de comunicação. A casa branca, manteve bogs, twitters e até mesmo uma tv no Youtube para se comunicar com o resto do mundo.

Sim a visita a Gana, assim como a Itália e a Rússia (esta foi a agenda do Presidente) foi seguida de perto por quem quisese nas principais línguas e nos meios que quisessem: o discurso de Obama em Gana pode ser ouvido em Inglês (original) e lido no blog da casa branca em árabe, francês, Inglês, português e pasmem: swarili, idioma mais falado no continente africano.


Também foi também aberto na mesma época, um canal de perguntas ao presidente via twitter e sms, perguntas que serial selecionadas e posteriormente respondidas pelo presidente, além dos demasi modelos de comunicaçnao que também estavam a disposição.
Segue o link para tudo isso:

No YouTube: http://www.youtube.com/whitehouse
No Flick: http://www.flickr.com/photos/whitehouse
No Twitter: http://twitter.com/whitehouse
No Blog o discurso traduzido: http://www.whitehouse.gov/blog/
está no blog vários vídeos com as respostas para as perguntas enviadas por sms, e-mails e twitter

No myspace: http://www.myspace.com/whitehouse

SMS: http://www.whitehouse.gov/mediaresources/Ghana-SMSMap/





Por que Russia, Itáia e Gana?


"Dirijo-me a vós no fim de uma longa viagem. Comecei na Rússia, numa Cimeira entre duas grandes potências mundiais. Viajei para Itália, para um encontro entre as economias mais fortes do mundo. E vim aqui ao Gana por uma simples razão: o século XXI será influenciado não só pelo acontecimentos em Roma, Moscovo ou em Washington, mas também pelo que acontece em Acra"

É um ciclo político completo, os Estados Unidos não estão deixando "nenhuma ponta sem nó" é óbivio que o encontro na Rússia e Ítália exigiam a presença do presidnete americano, e para mostrar que apesar de sua ausencia na Reunião dos Paises Africanos (não sei se ele foi convidado, acho que não), ocorrida na mesma época, Obama se mostra atento as decisões e deixa claro seu apoio aos países africanos que mostram uma postura séria em relação a sua política nacional, ao mesmo tempo critica e se opõe a governos que não cumprem com o estado de diretio.

Em seu discurso deixou claro a oposição a todos os países que de alguma forma sofreram golpes, ou aqueles onde seus governantes não deixam o poder.

Foi delicado em relação ao TribunalInternacional, isso por que os Estados Unidos não reconhecem o tribunal, mas de forma discreta apoia suas decisões.

Agora é ver o que acontece, não somente em Gana, mas também com a reunião da Itália e Russia.

Segue aqui uma capulana feitas em comemoração a vinda de Barack Obama, vou ver se consigo encontrar alguma para minha coleção.

sexta-feira, julho 10, 2009

Gripe A Africana

Ontem vi no jornal uma matéria sobre a Gripe A ou H1N1 ou Gripe Suína, por aqui todos estes nomes viraram uma "salada" ouvi o próprio jornalista falando gripe suína A, e em outro momento da mesma entrevista chamou de gripe A H1N1.... uma confusão.

O fato é que ela está aqui.

Esta semana tive que ir ao aeroporto internacional de Maputo,
constatei que os guardas continuavam preocupados com os procedimentos "padrões" e nada sobre a H1N1. Passei também a fornteira com a África do Sul, país com 47 casos e rota de entrada e saida de praticamente toda a África, e também nada a respeito, e nenhum tipo de informação ou controle. A imagens de chapas (vans de transporte) passando com seus ocupantes todos apertados, continuava, iúmeras pessoas indo e vindo, sendo o único controle um carimbo em seus passaportes.

Hoje confirmaram dois casos no Zimbáwe, que somando aos demais casos africanos totalizam 133 casos.
E isso é confiável? Aqui em Maputo, se ficarmos com qualquer doença, temos que torcer para ser malária, a única doença que sabem diagnosticar e tratar, se for qualquer outra coisa é bem provável que o diagnóstico seja: não é malária.

Devido a velocidade com que se propagou a doença nos demais países, é certo que aqui teremos números muito maiores e catastróficos, imagine o que será a gripe A em pessoas com pneumonia, ou soropositivas. Mas poucos vão saber destes números, o mais provável é que os sintomas não sejem reconhecidos e que os óbitos sejam
atribuídos a outras doenças.

Segue aqui um mapa com atualização diária, projeto organizado pela Universidade de Pittsburgh, Pennsylvania, uma parceria da Rhiza Labs e o Google.



A boa notícia é que em Gana ainda não teve nenhum caso confirmado, e por que boa? Bom pelo que soube está agendada uma visita de Barack Obama ao País, já pensou se ele pega uma Gripe A Africana!

sexta-feira, julho 03, 2009

Nota do dia: Você mora em moamba?


Esta semana estive em Moamba, uma vila a 20 minutos da fronteira com a África do Sul, antigamente era uma cidade a beira da estrada ligando os dois países, agora com a nova estrada é uma vila escondida.


Visualizar Moamba em um mapa maior

Notícia que achei sobre esta vila: Leões do Kruger Park assustam os maoradores de Moamba.

Nota: Moamba não é do Paraguai, mas pode ser de Moçambique!