sexta-feira, janeiro 09, 2009

Eleições em Gana, Guiné e Guiné Bissau

Apesar de minhas férias na África do Sul, os 52 países do continente não param, chamo a atenção para a passagem de governo em três países da África Ocidental: Gana, Guiné e Guiné Bissau.

Em Gana, ex colônia holandesa, país da África Ocidental, teve eleições presidenciais. John Evans Atta Mills, candidato da oposição foi eleito por 50,13% contra 49.87% de Akufo-Addo, que aceitou a derrota e promoveu uma eleição sem maiores transtornos. Há relatos de insegurança no dia da eleição em algumas localidades, mas nada que leve a uma suspeita de fraude, muito menos de um golpe militar.

Em Guiné, ex col
ônia Francesa, África Ocidental, desde a morte do presidente Lansana Conte, (74 anos, no governo a 24), vive-se uma instabilidade política, devido ao golpe militar, ocorrido na primeira semana de Janeiro, liderado por Mussa Dadis Camaram, que tem o "carisma" de uma parte da população.

Camaram, após um período de falta de informações, onde ninguém sabia quem estava no poder, está agora a organizar um governo de transição, e ontem (8 de janeiro) nomeou um civil como Primeiro Ministro. Muitos estão vendo como o cumprimento da promessa de um governo mais claro e voltado ao povo.

No caso de Guiné a comunidade internacional se opôs radicalmente ao golpe, França, declarou que era contra e que não aceitaria o novo governo. A União Africana suspendeu Guiné do Bloco Continental, o que significa sanções, e faz pressão sobre os golpistas de reestabelecerem a ordem no país e seguirem a constituição que determina novas eleições em 2 meses. Camaram afirma que o país terá eleições em dois anos.

Em Guiné Bissau, ex col
ônia portuguesa, África Ocidental, houve eleições e passagem do governo no dia 8 de Janeiro. Particularmente, eu não acompanhei esta eleição, mas sei que houve um atentado ao presidente, com tiros e morte de seguranças, golpistas presos no país vizinho (Senegal) e a posse do partido de oposição, que recebeu duras criticas por "não estar preparado para assumir o governo".

Quanto as minhas férias, já voltarei a postar. Mas não se esqueçam de votar, faltam 7 dias!

2 comentários:

Ju disse...

Um pormenor...Gana não é uma ex-colónia portuguesa.
Dos 3 países mencionados, só Guiné-Bissau é que é uma ex-colónia portuguesa.

Um abraço

sabrina disse...

sabe que nao sou muito de ler né???rsrs

Acabei de votar!!!
logico que nao esqueço...dãr